home page
locadoras, cine-escola, histórico, ...
filmes em cartaz
links para os anos anteriores
links sobre cinema
lançamentos futuros
matérias já publicadas
mande sua sugestão
 


Compre seu ingresso agora!

 

receba a programação do Estação por email:

 




Estação Virtual

 


Pai e filha





Relato de um proprietário

 

 

 

 

 

 


volta

Luciana Hidalgo

Ozu é o diretor mais cult dessa IX MostraRio. Mereceu uma seleção especial só com seus filmes, A rotina tem seu encanto, e tornou-se um dos nomes mais comentados nesse corre-corre entre salas de cinema. Seu estilo zen, o tempo contado em horas orientais, as histórias que vêm do outro lado da cultura: são muitos os caminhos que levam à cinematografia do japonês Yasujiro Ozu.

Assistir aos filmes de Ozu é quase acreditar que a rotina tem seu encanto. Tudo é exaustivamente trabalhado, há uma lentidão e paciência típicas do lado direito do globo. O diretor é um carpinteiro de tramas marcadas por conflitos, mas filmadas sem afobação. São 53 títulos, enfocando temas como a velhice e a solidão. Um belo exemplar dessa safra é Pai e filha, de 1949, sobre um viúvo às voltas com a devoção de sua filha solteira. A certa altura, o homem se vê obrigado a fingir que arrumou outra mulher para a moça seguir seu caminho. Uma ode ao amor em família.

Outro de seus títulos, Relato de um proprietário, de 1947, é menos sentimental e mais divertido. É sobre uma mulher que, ao envelhecer, se vê responsável por uma criança abandonada. E há ainda um Ozu histórico: o primeiro filme colorido do cineasta japonês, Flor do equinócio, de 1958. Em foco, duas adolescentes tentam escapar do destino imposto por seus pais com casamentos arranjados.

Para justificar o título da mostra, vale um olhar especial em A rotina tem seu encanto, o último filme de Ozu, realizado um ano antes de sua morte. É o epílogo de 60 anos de estrada e traz novamente à tona a relação entre pai e filha: ele a entrega a um marido escolhido. Sinal dos tempos, essa trama é mais solta, leve, e enfoca o Japão dos anos 60, com muitas fábricas, fumaça e neon. Em tempo: os filmes de Ozu são exibidos nessa MostraRio com legendas em inglês.